Na Estrada

from by Dance of Days

/

lyrics

NA ESTRADA



Fecho a janela,

pois a vista me incomoda,

o vento é frio e faz lembrar que lá fora

tanta coisa ainda me faz mal.

Ligo o rádio e então tudo se vai,

quando é bom cantar assim,

só pra mim.



Três mil quilômetros a mais,

outro desvio, outro sinal

me dizendo pra não encostar.

Outro posto, um café pra não parar.



Às vezes, em minha cabeça,

tudo é tão difícil,

então eu tento não pensar

no que não preciso.

Tento olhar em frente
e não gritar meus erros,

e não chorar com a

chuva dançando pelo vidro.



Seis mil quilômetros a mais,

outro desvio, outra partida

me dizendo pra não retornar.

Logo a frente há uma saída.



Que quando o dia me sorri

me sinto leve e limpo.
E deixo a poeira cobrir

o que foi tão ruim pra mim.



Dez mil quilômetros a mais,

outro desvio, outra chance

que a vida me dá pra acordar.

Mas dessa vez eu não vou derrapar.

Dessa vez quem dirige sou eu.



Que quando o dia me sorri

me sinto leve e limpo.

E deixo a poeira cobrir

o que foi tão ruim pra mim.



Então a mesma encruzilhada sempre vem: 

Largar tudo ou seguir em frente?

Então eu tento achar um lugar pra descansar,

pra lavar o rosto e pensar.
E nada é tão pesado assim...

credits

from Na Estrada (2013), released September 25, 2013

tags

license

all rights reserved

about

Dance of Days São Paulo, Brazil

Rock paulista na estrada desde 1997!

Nenê Altro – Vocal
Marcelo Verardi – Guitarra
Adriano Parussulo – Baixo
José Junior – Bateria


Para shows escreva: shows@danceofdays.com.br ou envie whatsapp para 11963650960

Imprensa: imprensa@danceofdays.com.br

Agenda: danceofdays.com.br
... more

contact / help

Contact Dance of Days

Streaming and
Download help