Acontece Agora (2015)

by Dance of Days

supported by
/
1.
2.
3.
4.

credits

released March 27, 2015

tags

license

all rights reserved

about

Dance of Days São Paulo, Brazil

Rock paulista na estrada desde 1997!

Nenê Altro – Vocal
Marcelo Verardi – Guitarra
Adriano Parussulo – Baixo
José Junior – Bateria


Para shows escreva: shows@danceofdays.com.br ou envie whatsapp para 11963650960

Imprensa: imprensa@danceofdays.com.br

Agenda: danceofdays.com.br
... more

contact / help

Contact Dance of Days

Streaming and
Download help

Track Name: Eu Vou Lutar Outra Vez (c/ Nicolle Bartolassi)
EU VOU LUTAR OUTRA VEZ

Eu vou lutar outra vez.
Vou levantar e não há o que
faça calar o que grita a minha
alma incandescente.

Não me peça pra deixar de lado
o que é tão vital pra mim.
Não me peça pra não respirar
e fingir conseguir
não sentir meu corpo debater.
Prefiro morrer a viver servil.

Que sejamos únicos por sermos ímpares.
Que sejamos tudo por sermos únicos.
E que os únicos dominem a terra!

Eu vou lutar outra vez.
Vou levantar e não há o que
faça calar o que grita a minha
alma incandescente.

Toda minha vida eu fui parado,
fui roubado de mim,
me forçaram por certo o que era errado,
mas sempre resisti
pois meu coração
não fica em paz,
pulsa por bem mais
do que isso aqui.
Posso ser utopia em alma
mas não tenho calma,
nasci pra combater.

Eu vou lutar outra vez.
Vou levantar e não há o que
faça calar o que grita a minha
alma incandescente.
Track Name: Tudo Que Eu Preciso
Eu tento ser bem mais
do que posso oferecer
e não querer impressionar
fingindo ter as respostas
pra tudo que eu não sei
e que me ajuda a esconder
que tudo o que eu preciso é ficar a teu lado,
mas tudo que eu consigo é fazer tudo errado.

Você me diz que tudo bem,
que eu sou assim e bom pra você.
Mas e se no fundo eu sei que isso é o meu melhor?
E que é tão difícil não ser
o que essa vida me fez.
E que no fundo sou perdido, não crescido
e não sei bem o que digo.
E quando eu finjo, não cai bem.

Outra piada da vida,
agora no fim da linha,
tenho o que procurei,
mas me perco de mim.

Mas tudo bem, ainda assim,
quero tanto estar aqui.
Tudo que eu preciso é ter
mais um pouco de você.
Track Name: Acontece Agora, ou A Carta De Adeus Do Garoto Unabomber
As pessoas são estranhas.
Às vezes quero distância.
Eu não sou daqui, tenho certeza,
e sabe, cansei tanto de falar,
tentar e insistir.

Tão fechado e tão externo,
um corpo d'água no inferno,
perco sempre algo de mim.
Essa gente não me quer,
e eu não tenho nada a ver
com mais ninguém que vive por aqui.

Então tudo bem, não há mais segredo,
eu vou ficar bem, espero que faça o mesmo.
Que eu não posso ter nem mais um segundo
onde tudo me faz mal, onde nada faz sentido pra mim.

Não é nada pessoal — às vezes.
Até consigo sentar e sorrir
e jogar conversa fora,
mas eu sempre penso em ir embora
e em sumir dessa gente que maltrata,
não aprende e nunca para de falar e de mentir.

Sinto muito, eu vou viver
o meu mundo sem você.
E nada mais, nada mais vai me ferir.

Então tudo bem, não há mais segredo,
eu vou ficar bem, espero que faça o mesmo.
Que eu não posso ter nem mais um segundo
onde tudo me faz mal, onde nada faz sentido pra mim.

E aqui se proclama o mantra da estrada:
“O que era já se foi, a vida acontece agora.
E o que será é distante demais, a vida acontece agora.”
Track Name: The Boy On The Road
THE BOY ON THE ROAD

So I found my way through this 40 year long day.
So I found my way and I'm on the road again with with naked feet, a naked soul.
I have so much to say, but nowhere to go.
I have nothing to teach, but I've learned enough from feeling my life pass by always out of touch.

So I found my way and I swear I don't know what to say to the boy who looks in the mirror.
I've reached for so much and failed.
I never let go of this growing weight in my chest.
I really thought this walk was meant to make any sense, but to make me small.
I really thought being a man wouldn’t feel like a boy with missing thoughts, with missing time.

Stuck on the road again, I just know how to walk.
And if it's the sense of life, well, I did my part.
It takes so much from me, eats me from the heart, but I still know how to dream.

I still know a boy who never learned to give up running with a dusty heart in his hands.
Trying hard to show life he is never scared, and as long as he’s still there, he will never leave the road.
Because that's the boy that I know.


O GAROTO NA ESTRADA

Então, eu encontrei o meu caminho através deste dia de 40 anos.
Então, eu encontrei meu caminho e estou na estrada novamente com pés descalços e a alma exposta.
Eu tenho muito a dizer, mas nenhum lugar pra ir.
Não tenho nada para ensinar, mas aprendi o suficiente sentindo a vida passar por mim, sempre fora de alcance.

Então, eu encontrei meu caminho e eu juro que não sei o que dizer para o garoto que me olha no espelho.
Eu busquei por tanto e falhei.
Eu nunca deixo passar este peso que cresce em meu peito.
Eu realmente pensei que esta caminhada fizesse qualquer sentido além de me diminuir.
Eu realmente pensei que sendo um homem não me sentiria como um garoto com pensamentos perdidos, com pouco tempo.

Preso na estrada outra vez, só sei como caminhar.
E se este é o sentido da vida, bem, eu fiz a minha parte.
Tira muito de mim, me devora do coração, mas eu ainda sei como sonhar.

Eu ainda conheço um menino que nunca aprendeu a desistir, correndo com um coração empoeirado em suas mãos.
Se esforçando muito para mostrar a vida que ele nunca está com medo, e que enquanto ele estiver lá, ele nunca vai sair da estrada.
Porque esse é o garoto que eu conheço.